banner-saúde-é-vida.jpg

 BLOG SAÚDE É VIDA 

O seu portal de saúde, bem-estar e vida saudável.

Cuidar de si e da sua família agora é mais fácil!

Com o Saúde é Vida, tenha acesso aos melhores conteúdos, artigos e dicas sobre saúde, nutrição, beleza e bem-estar.
 

Mantenha uma vida saudável!

Frieiras: Conheça a patologia e a prevenção neste Inverno

As frieiras são uma inflamação cutânea que atinge as extremidades do corpo. Saiba como identificar e como prevenir.

frieiras

Frieiras: o que são?


Eritema pérnio é o termo médico para as frieiras. Esta patologia é uma inflamação cutânea desencadeada pela exposição ao frio e atinge, essencialmente, as extremidades do corpo: mãos, pés, nariz e orelhas.


As temperaturas baixas fazem com que os vasos sanguíneos se contraiam. A contração excessiva compromete a circulação do sangue e a chegada deste às extremidades do corpo. É comum que estas lesões apareçam entre 12 a 24h após a exposição ao frio e tendem a desaparecer entre duas a três semanas.


Frieiras: sintomas mais comuns


Os sintomas das frieiras são característicos e desagradáveis:

● Pele fria e avermelhada;

● Pele dormente, branca ou pálida;

● Bolhas;

● Inchaço - ao tentar aquecer a extremidade;

● Dor;

● Comichão - podendo ser intenso;

● Fissuras;


Frieiras: condições de risco


Existem condições que favorecem o aparecimento de frieiras. As mais comuns são:

● Ambientes frios e húmidos;

● Doenças que dificultem a resposta ao frio (diabetes, por exemplo);

● Ser mulher (sobretudo em idade jovem);

● Criança ou idoso - na caso dos idosos pode ser diagnosticado frieiras crónicas;

● Problemas de circulação sanguínea;

● Problemas cardiovasculares;

● Antecedentes familiares;

● Problemas hormonais;

● Índice de massa corporal abaixo do recomendado;

● Lavar muitas vezes as mãos com água fria sem realizar uma adequada hidratação;

● Profissão que obrigue a ter as mãos em água ou mexer em produtos congelados;


Frieiras: como prevenir?


Algumas das ações que podem prevenir o aparecimento de frieiras são:

● Manter a pele hidratada;

● Não se expor demasiado ao frio, humidade ou vento;

● Utilizar roupas adequadas à estação e à temperatura local - protegendo as zonas mais expostas;

● Alimentação saudável, evitando açúcares que potenciam inflamações;

● Manter-se hidratado;

● Praticar exercício físico



As frieiras podem dar origem a graves problemas nas camadas mais profundas da pele, lesões nos tecidos e músculos assim como problemas nos ossos ou até infeções. As frieiras devem ser prevenidas e tratadas atempadamente para evitar danos permanentes como a morte de tecidos por falta de circulação. Para tal, deve consultar um médico especialista para recomendar o tratamento mais adequado.


Com a Agilcare tem acesso a descontos exclusivos em consultas de especialidade, exames, tratamentos e análises clínicas.

6 visualizações
NEWSLETTER_Prancheta 1.png

Conheça os nossos Guias Práticos

Os EBOOKS sobre saúde que o ajudam a viver melhor.